O que é uma Graphic Novel?

É muito comum encontrar histórias em quadrinhos que são classificadas como Graphic Novel, mas você sabe exatamente o que isso quer dizer? Ultimamente o termo tem ficado ainda mais famoso aqui no Brasil depois das coleções da Marvel, lançadas pela Editora Salvat e pela coleção da DC Comics, lançada pela Editora Eaglemoss. Mas será que quadrinhos e Graphic Novels são exatamente a mesma coisa? Venha descobrir na primeira edição do nosso Guia do Colecionador.

Nesse artigo você irá aprender sobre:

  • Um pouco de história
  • Como identificar e diferenciar uma Graphic Novel dos demais quadrinhos
  • Algumas graphic novel notaveis
  • Para fechar…

Um pouco de história

Um contrato com Deus
Um contrato com Deus

O termo Graphic Novel foi utilizado pela primeira vez em 1964 em um fanzine criado por Richard Kyle, porém foi Will Eisner quem popularizou o termo em 1978 com “Um Contrato com Deus e Outras Histórias de Cortiço” e assim as Graphic Novels foram ganhando cada vez mais destaque.

As características que diferenciam um quadrinho normal de uma Graphic Novel são meio nebulosas e por isso geram muita discussão, no entanto, existem algumas formas de facilitar a identificação.

Como identificar e diferenciar uma Graphic Novel dos demais quadrinhos

Provavelmente a característica mais importante é o formato de lançamento. Para facilitar um pouco podemos comparar quadrinhos com seriados, eles são periódicos e tendem a durar por muito tempo (quando não são cancelados), já as Graphic Novels podem ser comparados a filmes, possuem um início, meio e fim e então sua história é concluída, no máximo possuindo algumas sequências no futuro. Mas esse é o ponto, elas não são pensadas para durar eternamente, sua história é fechada e bem amarrada.

Lógico que essa não é a única característica, as Graphic Novels costumam possuir um tratamento especial. Geralmente sua equipe criativa são artistas e roteiristas de peso, como é o caso de Reino do Amanhã onde Mark Waid e Alex Ross trabalharam juntos. A impressão também costuma possuir uma qualidade maior. É como se todo o conjunto fosse feito para ser uma obra prima e muitas vezes realmente é.

Graphic Novel - Reino do Amanhã
A incrível arte de Alex Ross em Reino do Amanhã

Mas é agora que as coisas podem complicar. Lembra que eu disse que as Graphic Novels não costumam ser periódicas? Bom, as vezes elas são e O Cavaleiro das Trevas está aí para provar isso. Porém ainda assim, todas as características se mantém e a história é fechada, apesar de agora ter se tornado uma trilogia.

Tendo em vista isso, podemos concluir que uma Graphic Novel possui as seguintes características:

  • Sua história geralmente não são periódica;
  • Possui início, meio e fim. Sem possuir a pretensão de uma continuação;
  • Costuma possuir uma equipe criativa de peso;
  • O material da impressão costuma ser superior ao de quadrinhos convencionais;

Algumas Graphic Novel notáveis

E lógico como tudo que existe nesse meio sempre tem aqueles itens que se destacam e agora você pode conferir algumas:

Graphic Novel
Batman Cavaleiro das Trevas, Watchmen e V de Vingança

Para fechar…

Agora que conseguimos chegar a uma definição, podemos perceber que apesar de serem categorizadas dessa forma, algumas publicação não possuem as características de uma Graphic Novel. Muitas publicações são apenas encadernados que juntam arcos de um determinado quadrinho, como por exemplo Batman: Silêncio que na verdade é uma compilação das edições 608 a 619 e por isso perde toda a essência de uma Graphic Novel, pois ela não foi pensada para possuir esse formato.
Claro que a minha intenção aqui não é rebaixar as publicações mensais, longe disso. Minha intenção é só esclarecer que nem todo encadernado é uma Graphic Novel.


O que você achou da primeira edição do nosso Guia do Colecionador? Compartilhe conosco sua opinião nos comentários e se quiser ver algum tema específico nessa coluna é só mandar sua sugestão para a gente.

André Souza

Analista de sistemas, gamer, "guitarrista" e atualmente tirando onda de blogueiro. Grande fã de Final Fantasy (Kefka > Sephiroth. deal with it), adora jogos de tabuleiro, quadrinhos, RPG e pizza. Objetivo de vida: ter uma barba maior que a do Alan Moore.